Sexo Gratis

Há algum tempo eu estava com a idéia de fazer uma experiência para saber quanto eu teria que gastar com uma mulher para poder fazer sexo com ela, mas como quase sempre estava envolvido em algum relacionamento, nunca me sobrava tempo para fazer essa experiência da forma como deve ser, sem ninguém para atrapalhar e totalmente livre, sem ter que ficar me escondendo para trair, o que não é lá muito correto, pois uma vez que você assume um relacionamento, você deve ter em mente que não é lá muito honrado sair com outras mulheres.

 

Pois bem, relacionamento acabado, resolvi procurar um lanche em salas de bate papo na internet, obviamente uma gratuita, pois não sou assinante de nenhum provedor que tenha essas salas (e nem pretendo ser). Uma bela noite, sem ter o que fazer e entediado, entro na sala e em pouco tempo começo a dialogar com uma garota, que chamarei de Beatriz.

 

Uma das primeiras coisas que ela me perguntou foi onde eu morava. Respondi normalmente e ela me disse que morava em um interiorzinho a pouco mais de 100 km daqui. Pensei comigo que aquilo estava fadado ao fracasso, mas como estava entediado e as mulheres em sala de bate papo são muito disputadas, resolvi continuar conversando só para passar o tempo. A conversa começou a fluir, ela me adicionou no MSN e depois me deu o número do telefone dela. Eu tenho chips de 3 operadoras diferentes para economizar em ligações, mas o chip da operadora que ela usava (Tim) estava com os créditos expirados. Tive que gastar aí os primeiros R$ 12,00 para poder falar com ela. Depois de algumas conversas em dias alternados, marcamos um encontro. Ela estava bem interessada (mais do que eu até) e se dispôs a vir até a minha cidade para me conhecer.

 

Acabamos nos encontrando quase na hora do almoço, pois o ônibus em que ela estava viajando quebrou no meio do caminho e ela chegou um pouco mais tarde. Almoçamos (R$ 28,60), paguei o estacionamento (R$ 3,00) e fomos para um motel (R$ 36,00/3 horas de permanência). Mesmo ela dizendo que não transaria no primeiro encontro, eu tinha esperança de conseguir isso. Resultado: nada de sexo.

 

Como ela havia se deslocado mais de uma centena de quilômetros para me ver e deu a entender que no segundo encontro poderia rolar, resolvi chamá-la para sair mais uma vez. No dia seguinte fomos ao cinema (R$ 13,50), depois paguei o estacionamento (R$ 3,00) e fomos para um motel (R$ 69,00/pernoite + uma refeição) e finalmente consegui transar com ela.

 

Agora vamos aos cálculos:

Telefone: R$ 12,00

Estacionamento: R$ 6,00

Almoço: R$ 28,60

Cinema: R$ 13,50

Motel + consumo: R$ 105,00

TOTAL: R$ 165,10

 

 

Conclusão: o meu sexo “grátis” custou R$ 165,10. Isso sem contar a gasolina, que não tive como mensurar, e o que se gasta com roupas para estar bem vestido e dar uma boa impressão, mas isso eu já gasto independentemente de ir sair com alguém ou não. Só estou salientando isso porque se você for sair com uma GP, não precisará estar elegante. A vantagem é que agora eu posso convidá-la diretamente para o motel e ir somente para a permanência de algum motel um pouco mais barato e será a única coisa que gastarei nas próximas trepadas. Se fosse uma GP, cada trepada teria o seu “cachê” à parte, em compensação não teria todo esse ritual até chegar aos “finalmentes”.

Gekko - fórum búfalo

Atenção: O MeFode.net não é uma agência, mas sim um veículo de divulgação e propaganda. Nós não nos responsabilizamos pelo que aqui for anunciado, uma vez que este é de única e exclusiva responsabilidade de seus anunciantes. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS