Quer sexo? Que tal uma GP?

Olá amigos, hoje trago mais um tema polemico, e vou dizer pra você porque transar com garotas de programas é melhor, mais rentável, e causa menos dor de cabeça do que uma mulher de “verdade”. Vou esclarecer cada ponto para vocês, afim de que os que ainda têm preconceitos contra esse tipo de pratica tenham no mínimo uma visão diferente.

 

Vou começar com uma pergunta inicial:

 

Que sensação boa um relacionamento “de verdade” pode lhe dar que uma GP não possa?

 

"Afinal, qual é a diferença entre ela e as supostas mulheres de verdade?"

 

Alguns leitores podem não entender bem o que eu quero dizer com uma “sensação boa”. Para vocês entenderem o que eu quero dizer, vou esclarecer meu ponto de vista sobre isso.

 

Existem duas maneiras básicas de como vemos a realidade. A realidade física (quando sentimos calor, luz, radiação magnética, átomos, moléculas, gravidade), ou seja, algo tangível e físico em algum nível, e outra que nosso cérebro produz como a percepção, sensações e a intuição.

 

Você já se perguntou se seu cérebro enxerga tudo de maneira idêntica? Com certeza não, pois determinadas coisas podem ser enxergues através de conceitos, para aperfeiçoar nosso tempo. Ninguém quer entrar em uma crise existencial para saber se o céu realmente é azul toda vez que o enxergamos não? É ai que chegamos a um ponto chave. A cor do céu, justiça, certo e errado, beleza, entre outras coisas são conceitos. Conceitos definidos por outras pessoas. Ou seja, dizer que sensações boas só podem ser ativadas dentro de relacionamentos de “verdade” é apenas um conceito. Impreciso e visto de forma absoluta. Mas pouquíssimas coisas são absolutas nesse mundo, e o “amor” definitivamente não é uma delas.

 

Muito do que acreditamos ser real é uma construção do nosso imaginário, criado pelo nosso cérebro para justificar o que supostamente existe.

 

Portanto namorar e casar-se são apenas uma construção mental, que te empurra a determinados conceitos, de “sensações boas”, e você acaba falhando em achar que eles são absolutos.

 

 

Relacionar-se e relacionamentos em geral, possuem certas “regras” que os homens supostamente devem aceitar como “verdade”, como:

 

 

•Seu sucesso é medido pela quantidade de mulheres que você pega

•É coisa de macho... (insira qualquer coisa para usar como forma de manipulação)

•Somente homens de verdade... (muito usada por mulheres para forçar o homem emocionalmente a fazer algo)

•Não faça por mim, faça pelos nossos filhos

 

 

 

Você já se perguntou se, "afinal, existe algo de bom nesses relacionamentos para mim?"

 

 

"No final das contas, o que conta é o que você acha, não os outros."

 

Nós humanos somos mortais, viver pelos outros não faz com que você se complete. “Você” é o resultado de sua jornada particular pela vida, e durante ela você encontrara outros parecidos. Mas nenhum deles vivera sua vida, nem sentira o que você sente.

 

Portanto, não aceite como verdadeiro, estes conceitos que foram definidos previamente por outro alguém. Ache seu próprio caminho, e somente aceite algo como verdadeiro, se você refletiu sobre isso e acha que vale a pena.

 

Ser feliz de verdade é viver a sua vida, e não ficar pensando no que é melhor para os outros.

 

 

Por isso se o que você procura nas mulheres é sexo. Faça com uma GP!

 

Você transara com uma mulher mais gostosa (do que provavelmente você pegaria, *a não ser que você seja um exímio sedutor...). Você fará um sexo de melhor qualidade. Sendo que ela é uma profissional. E você pode fazer isso varias vezes, contanto que você pague o preço.

 

Não se engane meus amigos. Não existe sexo grátis.

 

Toda mulher seja em um relacionamento ou não tem o seu preço. Claro que em um relacionamento você não “paga” diretamente a sua mulher. Porém experimente ficar um mês, sem levá-la para sair, sem cinema, sem restaurante, sem fazer nada que gaste dinheiro pra ela. Por exemplo, se ela mora com você, não pague o aluguel por um mês, nem água nem a luz, e exija sexo de qualidade todo dia.

 

Pode ser que no começo você até tenha uma certa quantidade de sexo, mas mulher nenhuma continua com um homem que não tenha interesse em dar nada pra ela, e só retirar o sexo.

 

Em relacionamentos o que acontece é no máximo, uma espécie de “crédito”. Durante tribulações você pode continuar fazendo sexo, porém você terá que compensar isso no futuro. E com juros! Portanto o conceito de sexo grátis é falso. Não existe sexo grátis.

 

Não existe almoço grátis.

 

 

Se seu objetivo é transar de maneira constante, porque não fazer isso com outras mulheres melhores e variadas?

 

Faça as contas, amigo. Conte quanto você gasta por mês com sua namorada direta ou indiretamente.

 

Coisas diretas são ir ao cinema, restaurantes, presentes e etc. Coisas indiretas são; gasolina para ir até a casa dela,etc.

 

Vamos supor que você chegou a um valor total de 800 reais.

 

Gastando 800 reais por mês, você transa com sua namorada doze vezes (sexta, sábado e domingo). Mass, com 800 reais, você poderia transar com oito prostitutas diferentes, com muito mais qualidade no ato sexual, e até com mais qualidade física do que sua namorada. Pois com 100 reais, já é possível transar com uma GP de qualidade superior a convencional.

 

Claro que não é nenhuma “panicat”, mas já é melhor que a maioria das medianas.

 

 

É isso ai amigos, façam as contas. E boicotem as que quiserem te parasitar.

 

fonte:http://ipimpu.blogspot.com.br

 

www.daramassagem.com/

Atenção: O MeFode.net não é uma agência, mas sim um veículo de divulgação e propaganda. Nós não nos responsabilizamos pelo que aqui for anunciado, uma vez que este é de única e exclusiva responsabilidade de seus anunciantes. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS