Presente de Aniversário

Presente de Aniversário

Sou acompanhante em Curitiba há algum tempo já e resolvi compartilhar essa história, que sempre me deixa excitada quando lembro.

 Acho que foi o meu segundo ou terceiro cliente do dia. Era meu aniversário e eu estava muito afim de gozar, mas até aquele momento meu tesão só tinha aumentado com as rapidinhas que tinha feito.  Eu já tinha visto aquele cliente na casa poucas vezes e sempre tinham rolado olhares, eu notava o seu desejo pelo meu corpo bem formado e pela minha cara safada, mas nunca havia dado certo de arrastá-lo para o quarto. Naquele dia ele apareceu e eu sabia que ia ser meu. Antes que alguma colega tivesse chance de qualquer coisa, me aproximei e abracei-o, ele sorriu e já sabia que eu estava bem decidida no que queria. Nem pestanejamos, ele pagou o programa e fomos direto para o quarto.

Fechei a porta pintada de branco e quando me virei pensando em perguntar se queria to banho ele já estava me agarrando por trás, dizendo: “acabei de tomar banho antes de sair de casa, aproveitei que minha mulher não estava e vim para cá ver se finalmente ia conseguir um horário com você”.  Eu apenas sorri, e me aproximei do seu pescoço que realmente estava cheiroso, ele também me beijou o pescoço, o que foi suficiente para me umedecer a vagina que já estava quente e sedenta de pau.

Não perdi tempo! Joguei-o na cama e fui despindo-o como se fosse meu. A  partir desse momento confesso que não tenho certeza de como tudo aconteceu, quando dei por mim, já estava com seu pau cheio de veias em minha boca sugando com tanta vontade que em menos de 30 segundos já parecia uma rocha e pulsando acelerado. Nunca tinha sentido tanta vontade de ter um caralho em mim. Rapidamente, peguei uma camisinha e coloquei  no caralho que ao ver tão duro chegava a me provocar pontadas na vagina de tanta vontade de me saciar com ele. Sentei gostoso de uma só vez e senti a camisinha quase rasgando, fiquei com medo. Levantei-me mas estava tudo ok, sentei de novo, puxei o sacão de encontro a minha bunda  quando senti as bolas tocando meu cú, não me contive e tive um orgasmo inesperado. Acho que estava com esse orgasmo preso desde o começo do dia, pois encharquei as pernas do meu cliente com meu melzinho. Ele não me deixou parar, mexendo-se debaixo de mim e eu gemendo feito uma cadela, emendando um orgasmo no outro. Depois de uns 10 minutos já me sentia totalmente amortecida e praticamente caí de bruços na cama. Estava satisfeita. Mas ele não, veio por cima e roçava o caralho ainda totalmente duro em minha bunda, e eu mesmo não aguentando gozar mais, ainda tinha vontade de ter aquela rola dentro de mim. Resolvi então fazer uma coisa diferente, fiquei de quatro, segurei o pau, lubrifiquei com saliva e direcionei para meu cuzinho, além dele merecer esse prêmio eu teoricamente não iria gozar pelo cú. Enorme engano! Eu, que somente havia gozado uma vez em minha vida com um pau no rabo, comecei uma nova série de orgasmos assim que a cabeça passou pelo anelzinho.  E ele foi enterrando lentamente e eu gemendo e gozando. Quando enterrou tudo, começou um vai-e-vem que me levou quase a desfalecer devido aos orgasmos profundos a que fui submetida. Eu pedia para ele gozar mas ele continuou por vários minutos até que arrancou a pica de minha bunda, tirou a camisinha e esporrou toda minha bunda, minhas costas, e até meu cabelo acabou batizado de leitinho.

Acabei caindo na cama e cochilando, quando despertei ele já estava vestido e pronto para ir embora. Me deu um beijo, se despediu e saiu a passos largos, dizendo que estava atrasado. Infelizmente nunca mais o vi, fiquei sabendo dias depois que ele havia mudado de cidade e ficou a saudade daquele aniversário que vai ficar marcado para sempre em mim.

Atenção: O MeFode.net não é uma agência, mas sim um veículo de divulgação e propaganda. Nós não nos responsabilizamos pelo que aqui for anunciado, uma vez que este é de única e exclusiva responsabilidade de seus anunciantes. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS